Home > DOCES E SALGADOS > Produção no pré-sal cresceu 4,6% em outubro, diz ANP

DOCES E SALGADOS

02/12/2019 16:14 por Redação

Produção no pré-sal cresceu 4,6% em outubro, diz ANP

Foram 2,394 milhões de barris de óleo equivalente por dia, produzidos por 111 poços; volume corresponde a 63,1% do total produzido no Brasil

A produção do pré-sal cresceu 4,6% em outubro, em relação a setembro, totalizando 2,394 milhões de barris de óleo equivalente por dia, sendo 1,905 milhão de barris/dia de petróleo e 77,6 milhões de metros cúbicos/dia de gás natural. Em relação a outubro de 2018, o aumento foi de 30,1%.

A produção do Pré-sal foi oriunda de 111 poços e correspondeu a 63,1% do total produzido no Brasil.

Em outubro, a produção de petróleo e gás natural no Brasil totalizou 3,792 milhões de boe/d, sendo aproximadamente 2,964 milhões de barris/dia de petróleo e 132 milhões de m³/d de gás natural. A produção de petróleo registrou um aumento de 1,3% em relação ao mês anterior e de 13,4% em relação a outubro de 2018, enquanto a de gás natural registrou um aumento de 2,1% em relação ao mês anterior e de 12,4% na comparação com outubro/18.

Campos produtores

Lula, na Bacia de Santos, foi o campo que mais produziu petróleo, uma média de 1,022 milhões de barris/dia, e também o maior produtor de gás natural: média de 43 milhões de m3/d.

Os campos marítimos produziram 96,5% do petróleo e 80,3% do gás natural. Os campos operados pela Petrobras produziram 92,9% do petróleo e do gás natural. Com relação aos campos operados pela Petrobras, com participação exclusiva, produziram 42,1% do total. A produção nacional ocorreu em 7.221 poços, sendo 653 marítimos e 6.568 terrestres.

Destaques

• Estreito, na Bacia Potiguar, teve o maior número de poços produtores terrestres: 1.092.
• Marlim Sul, na Bacia de Campos, foi o campo marítimo com maior número de poços produtores: 73.
• A plataforma FPSO Cidade de Itaguaí, produzindo no campo de Lula por meio de sete poços a ela interligados, produziu 145,6 milhões de barris/dia e foi a instalação com maior produção de petróleo.
• A instalação Polo Arara, produzindo nos campos de Arara Azul, Araracanga, Carapanaúba, Cupiúba, Rio Urucu e Sudoeste Urucu, por meio de 36 poços a ela interligados, produziu 8,4 milhões de m³/d e foi a instalação com maior produção de gás natural.
• 294 áreas concedidas, duas áreas de cessão onerosa e cinco de partilha da produção, operadas por 32 empresas, foram responsáveis pela produção nacional. Destas, 72 são marítimas e 229 terrestres. Do total das áreas produtoras, 9 são relativas a contratos de áreas contendo acumulações marginais.

Os dados de produção de outubro estão disponíveis aqui.

'
Enviando