Home > ADVILLAGE > Leilão da telefonia móvel 5G deverá movimentar R$ 20 bilhões

ADVILLAGE

22/07/2019 10:39 por Advillage

Leilão da telefonia móvel 5G deverá movimentar R$ 20 bilhões

Segundo relator do certame na Anatel, metade desse valor será destinado a investimentos e a outra metade irá para o governo

Previsto para março de 2020, o leilão de frequências para a quinta geração da telefonia celular (5G) deve movimentar cerca R$ 20 bilhões, segundo o conselheiro da Anatel Vicente Aquino, relator do edital no órgão regulador. Desse total, R$ 10 bilhões devem ir para o caixa do governo. Aquino concedeu entrevista ao Estadão/Broadcast, leia os principais trechos aqui.

A tecnologia 5G é a quinta geração das redes de comunicação móveis. Ela promete velocidades até 20 vezes superiores ao 4G. Em ambiente controlado, as redes 5G podem ter velocidades de até 1 gigabit por segundo (Gbps). Assim, permite um consumo maior de vídeos, jogos e ambientes em realidade virtual.

Um dos problemas que devem ser tratados no edital do leilão é o das antenas parabólicas, presentes em 19 milhões de casas e que sofrem interferência de sinal na faixa de 5G. Aquino defende que o edital preveja uma solução para que essas residências não fiquem sem sinal de TV.

A proposta para a próxima geração da infraestrutura de dados móveis foi colocada em audiência pública neste mês. A ideia é que o 5G, que pode revolucionar a indústria e as relações entre consumidores e máquinas, esteja disponível nas grandes capitais a partir de 2021.

A tecnologia, porém, engatinha no mundo: nos EUA, apenas algumas operadoras oferecem planos em cidades selecionadas. O mesmo ocorre na China e na Europa, de maneira bastante tímida. A GSMA, associação global das operadoras de celular, diz que o Brasil só deve ter uma cobertura considerável de 5G em 2023.

Projeto contra o 5G

Na quarta-feira da semana passada (17), dois deputados estaduais de Santa Catarina, Marcius Machado e Nilso Berlanda, ambos do Partido Liberal, apresentam um projeto de lei para proibir os testes e a instalação da tecnologia 5G no estado.

Na justificativa, os parlamentares afirmam que os meios de comunicação vêm divulgando apenas as vantagens que as redes sem fio 5G podem trazer. “No entanto, de acordo com o renomado médico cardiologista Dr. Lair Ribeiro, onde o 5G chegar, acabou a saúde”. Ribeiro, de acordo com o projeto legislativo, teria se referido a testes supostamente realizados na Holanda, durante os quais “morreram 500 pássaros em 2 minutos”.

Segundo agências internacionais de checagem, o relato que atribui a morte de pássaros a testes de 5G, difundido no Facebook no final do ano passado, não é verdadeiro.

Leia também:

Anatel abre consulta pública sobre evolução de antenas para o 5G
Rede 5G transformará definitivamente os negócios
Anatel abre consulta para adequar uso da faixa de 2,3 GHz ao 5G

Siga-nos no Twitter

'
Enviando